A Diferença Entre Ficção e Realidade

Junho

A minha série preferida chama-se Once Upon a Time, e é sobre os personagens dos contos de fadas vivendo no nosso mundo. Pois bem, a Branca de Neve começou a namorar com o Príncipe Encantado e tiveram um filho, na vida real, e a série entrou em longas férias de licença maternidade. E eu continuava em férias forçadas. Procurei outra série para assistir, e me encantei por Reign, série histórica sobre a rainha Mary, da Escócia.

Reign fala das dificuldades que a jovem Mary encontra para se firmar na sociedade francesa (pois ela casou-se com o príncipe da França), tendo de “lutar” contra a rainha da França, que era contra o casamento por conta de uma profecia; contra as pessoas que tentavam tomar o trono da Escócia; escolher entre seu amor pelo príncipe e o amor e compromisso com seu reino; as amantes e ex-namoradas do futuro marido; as maluquices das amigas, etc.

E qual a diferença entre a vida da rainha Mary e os contos de OUAT?

Nenhuma.

Claro que tem todo um toque poético na história da menina para tornar a série mais atrativa, mas ainda assim, é muito semelhante as histórias de princesas dos contos de fadas. E assim, quem pode dizer que os contos de fadas não foram inspirados em histórias reais?

Ainda em Reign, pode-se observar claramente que só se consegue fazer parte da classe rica da sociedade a partir de contatos influentes. E, novamente, qual a diferença entre a sociedade francesa do século XVI, e a sociedade contemporânea?

E ainda há quem diga que eu sonho demais com contos de fadas…